A Associação Portuguesa dos Técnicos de Radiologia, Radioterapia e Medicina Nuclear, adopta a sigla ATARP, que advém da sua criação e publicação em Diário da República Portuguesa a 10 de Março de 1969. A ATARP tem evoluído desde da sua origem e acompanhado o desenvolvimento das profissões que a constituem, unindo os Técnicos de Radiologia, Radioterapia e Medicina Nuclear. Incluindo, também, os novos licenciados em Imagem Médica e Radioterapia. A ATARP pretende, assim, reforçar a importância de uma associação inclusiva que aproxima todos os profissionais destas áreas, de todo o país e com os diversos tipos de formação da história. As associações são as pessoas que dela fazem parte e a união reforça a integridade profissional e orienta os profissionais para o Futuro.

Cumpre à ATARP, promover a elevação do nível cultural e profissional dos Associados, aumentar e actualizar os seus conhecimentos técnicos e para prossecução dos seus fins, compete-lhe: promover cursos complementares e conferências culturais, manter publicações periódicas de carácter informativo e cultural, fomentar o intercâmbio cultural e científico e o convívio social entre os Técnicos Portugueses e de outros Países, estudando as melhores condições de protecção contra radiações ionizantes e agindo como órgão informativo e consultivo sempre que o entender ou para tal for solicitada.

Direção

Joana Santos

Presidente da Direção

Altino Cunha

Vice-Presidente da Direção

Luís Domingos

Tesoureiro

Rute Santos

Secretário

Diogo Faria

Vogal

Fabiana Roque

Vogal

Pedro Ferreira

Vogal

Assembleia Geral

Presidente

Graciano Paulo

Vice-presidente

Maria António

Secretário

Joana Rio

Conselho Fiscal

Presidente

Rui Cabral

Vice-presidente

José Cacheira

Secretário

Paulo Cruz